Coronavírus: um guia para enfrentar a crise

Sabemos que o momento traz desafios únicos para empresas enquanto o mundo responde na luta contra a transmissão do coronavírus (COVID-19). Algumas dicas e recomendações para evitarmos o contágio já estão sendo amplamente divulgadas pela Organização Mundial da Saúde, desde março. Período em que, muitos de nós, começamos a mudar nossos hábitos de trabalho e vida em função da quarentena e do distanciamento social.

As empresas tiveram de reorganizar seus processos e enviar seus colaboradores para casa. Sejam em férias coletivas, afastamentos, Home Office ou até mesmo, infelizmente, demissões. A incerteza paira no ar, mas como reduzir o impacto nos negócios em tempos de Coronavírus?

Essa deve ser uma pergunta muito frequente na cabeça de todos que estão ficando preocupados com a situação que estamos vivenciando. Uma série de questionamentos vem à mente, e por isso criamos esse guia com algumas dicas de como podemos enfrentar isso de forma muito mais efetiva. 

Acompanhe o post e descubra como atitudes que você toma hoje poderão definir o futuro do seu negócio nos próximos meses.

 

Mulher loira com máscara trabalhando e home office por causa do coronavírus

 

Coronavírus: o que é?

 

Coronavírus é o nome de uma família de vírus que têm uma estrutura em formato de coroa. Eles causam infecções respiratórias e já provocaram outras doenças. O novo Coronavírus que começou a circular na China no ano passado ganhou o nome temporário de 2019 n-Cov e depois o oficial de SARS-CoV-2. Os casos de Coronavírus já circulam por diversos países, inclusive no Brasil, onde estamos em processo de contenção da transmissão do vírus através de diversas ações.

Entre os principais sintomas estão: tosse seca ou com secreção e febre acima de 37º (sintomas mais comuns). Dificuldade respiratória aguda e insuficiência renal (sintomas mais graves).  Sendo assim, o melhor remédio ainda é a prevenção.

Estamos vivendo um momento delicado e complexo no que se refere à saúde e bem-estar do coletivo. E a luta contra o vírus continua. Não podemos diminuir os cuidados, mesmo estando em casa na quarentena recomendada pelos órgãos de saúde. O envolvimento de todos é importante para o Brasil controlar a disseminação do vírus. Por isso, é essencial seguir as orientações do Ministério da Saúde para isolamento, sobretudo idosos e pessoas com sintomas de gripe.

 

Confira algumas dicas e orientações anunciadas pelo próprio Ministério da Saúde:⠀⠀

  1. Lavar as mãos até a metade do pulso, esfregando também as partes internas das unhas. ⠀
  2. Usar álcool 70% para limpar as mãos antes de encostar-se em áreas como olhos, nariz e boca. ⠀
  3. Tossir ou espirrar levando o rosto à parte interna do cotovelo. ⠀
  4. Evitar multidões. ⠀
  5. Usar máscara caso apresente sintomas. ⠀
  6. Evitar tocar nariz, olhos e boca antes de limpar as mãos. ⠀
  7. Manter a distância de um metro de pessoas espirrando ou tossindo. ⠀
  8. Limpar com álcool objetos tocados frequentemente. ⠀

 

O Ministério também desenvolveu um aplicativo com dicas de prevenção, descrição de sintomas, formas de transmissão, mapa de unidades de saúde e até uma lista de notícias falsas que foram disseminadas sobre o assunto. Ainda é possível fazer uma triagem virtual, indicando se é necessário ou não a ida a hospitais.

Os aplicativos estão disponíveis para usuários dos sistemas operacionais iOS e Android: Coronavírus – SUS.

Também com o objetivo de alertar e esclarecer a população sobre as Fake News foi disponibilizado um número de Whatsapp para envio de mensagens para o Ministério da Saúde responder oficialmente se são verdade ou não. O número é (61) 99289-4640.

 

Mão segurando um frasco de álcool gel e colocando na outra mão para proteção contra o coronavirus

 

Como reduzir o impacto nos negócios em tempos de Coronavírus?

 

Para planejar ações para um mercado que se encontra tão inseguro e que tem já gerado prejuízos na economia e nos negócios, primeiramente você precisa manter o otimismo! Isso o ajudará também a ter calma para poder analisar o contexto atual.

É importante analisar todos os cenários e planejar ações que realmente serão efetivas quando tudo voltar ao normal. Talvez você tenha de mudar estratégias. Isso porque, possivelmente, o comportamento do seu mercado e dos seus consumidores não vai ser o mesmo depois de todas essas situações. ⠀

E como já é esperado, essa situação impacta diretamente no comportamento do cliente. Um exemplo disso é o papel higiênico saindo de estoque. O motivo? Ninguém sabe ao certo, mas o consumidor mudou seu comportamento.

É bem provável que o negócio dos seus clientes seja afetado por essa pandemia também. Por isso, esse não é um momento de ficar parado. Vários especialistas têm frisado  que este é um bom momento para você focar em não perder clientes, mais do que ganhar. Por isso, é importante concentrar as energias em ajudar os clientes que você já tem, auxiliando no que precisarem. Isso fará diferença para ambos no final.

Uma boa gestão de crise foca em diminuir prejuízos, reduzir custos e agir rápido. Tomar algumas decisões pode ser difícil para isso. Contudo, não adianta se desesperar. Isso vai passar, mesmo que leve um tempo maior que o previsto. Uma hora vamos voltar à vida normal e os negócios também. E você não é o único com problemas, então, foque na solução e não entre em pânico. ⠀

 

Devo continuar fazendo anúncios?

 

A confiança das pessoas e das empresas certamente está abalada nesse momento. Todos nos perguntamos como será o futuro, principalmente da economia.

Há negócios que estão certamente encontrando uma oportunidade na crise, enquanto outros estão precisando rever seus planos e até mesmo tomar medidas de proteção contra possíveis prejuízos.

Mas devo continuar anunciando?

Mesmo em tempos como estes as pessoas continuam comprando. Obviamente que quem vende álcool gel e papel higiênico está vendendo bem mais! Mas apesar de no início as pessoas se retraíram um pouco, vão continuar comprando.

A decisão é sua, pois precisa realmente pensar no que é melhor pro seu negócio e como as coisas estão se comportando nesse período. Porém, muitas empresas vão parar de fazer anúncios e com isso o preço deles baixa também. Essa, então, pode ser uma oportunidade!

A recomendação dos especialistas é avaliar, não investir valores que comprometam seus negócios nos próximos meses, contudo, não deixe de anunciar. A não ser que isso seja extremamente necessário.

Sabemos que essa situação irá impactar na economia e pode ser importante ter auxílio de especialistas, que vão certamente te ajudar a encontrar uma solução para enfrentar esse momento desafiador.

 

Homem de terno olhando para a tela do notebook com mãos cruzadas no queixo e expressão apreensiva por causa dos efeitos do coronavírus nos negócios

 

O que não publicar nas redes sociais nesse período?

 

Em um momento como este é importante termos bom senso. Posts fora de contexto, Fake News e que se aproveitam para “ganhar” dinheiro “aproveitando-se” do estado psicológico das pessoas. Em meio a uma situação tão complicada, demonstram apenas uma grande falta de respeito e empatia. E isso, certamente se torna tão danoso quanto o vírus.

Todos estamos sofrendo impactos em nossos negócios, nosso trabalho, nossas vidas e de nossas famílias. E aqui entramos na importância sobre o que NÃO devemos publicar nas redes sociais neste período de pandemia. Veja algumas dicas:

1- Podemos continuar trabalhando, vendendo, falando sobre nossa área, mas tenha consciência de que precisa estar inserido no contexto da sua marca e nas atitudes reais que ela está tendo na atual situação.

2- Evite linkar sua marca a atitudes nada cooperativas e que falem somente de si. Seja empático e consciente. Se isso já vale para dias normais, vale mais ainda para dias como os que estamos enfrentando. Se o assunto se encaixa no contexto do seu negócio, não abre possibilidades para interpretações negativas, não desrespeita ninguém e você consegue agir no momento ideal, se torna a ação perfeita de marketing de oportunidade.

3- Boas ideias são bem-vindas. Ideias conscientes são mais ainda!

4- É errado compartilhar informações sobre o vírus e as notícias sobre ele? Não, não é. Porém, não precisa ser o tempo todo, como um boletim informativo 24hs! Se você traz boas notícias ou aquelas que vão servir de auxílio e alerta de alguma maneira para quem te segue, serão certamente recebidas pelo seu público como uma mensagem de que você se importa com o que está acontecendo. Mas claro, use as news com parcimônia!

5- Seja alguém realmente relevante e que traz conteúdos que demonstrem seu interesse em compartilhar algo de valor com sua audiência.

E vale lembrar ainda: seja verdadeiro e honesto naquilo que você compartilha. Afinal, o Coronavírus vai sim passar, vamos vencer essa pandemia! Mas e sua marca? Como vai sobreviver ao seu posicionamento assumido nesse período?

 

A crise também pode se tornar oportunidade

 

A crise que estamos enfrentando hoje com o Coronavírus representa uma ameaça para muitos países. Não somente em termos de saúde, mas de economia também. Porém, toda crise pode ser uma oportunidade das empresas fazerem diferente e descobrirem novos caminhos.

Onde há crise, há oportunidade. Mas você vai precisar enxergá-la e mudar suas estratégias, repensar seus propósitos e inovar em diferentes áreas para criar uma nova oportunidade de sucesso.

No momento atual, tanto o indivíduo como as empresas precisam colocar suas possibilidades de sobrevivência em sua capacidade de inovação. A inovação proporciona a criação de novos produtos e serviços, a melhoria dos métodos existentes e a adaptação do negócio aos novos processos tecnológicos. O efeito do Coronavírus e da crise mundial causada por ele, pode vir a mudar a lógica das empresas para um padrão de cooperação.  Algumas empresas têm utilizado a oportunidade para analisar organizações internas e reforçar seu objetivo.

Os caminhos da inovação levam o empreendedor a se tornar um agente de transformação de sua própria vida e da sociedade, além de todos que fazem parte de sua equipe de trabalho.

 

Homem de costas vestindo terno abrindo uma grande porta para um novo mundo depois do coronavírus

 

Concluindo

 

É difícil pensar que poderemos tirar algum proveito positivo dessa crise, mas poderemos sim. Não temos como prever o impacto real que isso vai causar na economia e nos negócios e nem mesmo qual a duração desse período, mas aos poucos tudo vai começar a voltar ao normal. O consumo vai voltar a crescer e você precisa pensar hoje se quer fazer parte do grupo que se preparou e planejou suas ações ou do que apenas ficou reclamando que a situação estava difícil.

Avalie o contexto e calcule de forma realista, pense no que pode acontecer se tudo der errado e se tudo der certo. Assim, você conseguirá definir melhor suas estratégias. E lembre-se: não perca o ânimo e a alegria. Tristeza e pessimismo o tempo todo, não geram ações positivas e vão te deixar mais inseguro ainda para encontrar o melhor caminho. Aproveite esse “tempo” para repensar seu negócio e o que você pode fazer para melhorar e voltar para o mercado mais forte do que antes!⠀